Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Vitamina B12 em Pão de Forma: isso é bom para vegetarianos?

A vitamina B12, também chamada cianocobalamina, é uma vitamina essencial para o ser humano. Ela atua como um co-fator em diversas reações bioquímicas no organismo, possui papel fundamental no processo de formação das células sanguíneas entre outras funções. Sabe-se que a vitamina B12 não é produzida nem por animais nem vegetais, mas por bactérias presentes na carne, particularmente no fígado, e também nos ovos e laticínios. A dieta vegetariana restrita ou vegana exclui qualquer tipo de produto de origem animal, não apresentando fontes nutricionais de vitamina B12, sendo importante o consumo de alimentos enriquecidos com essa vitamina, como orienta a Sociedade Vegetariana Brasileira. Dentre as opções de alimentos enriquecidos temos o pão de forma, alimento presente na dieta de muitos brasileiros. Nesse post vamos analisar a quantidade ideal de consumo de vitamina B12 e comparar com as quantidades presentes no pão de forma.

5 comentários:

  1. Bactérias presentes na carne, ou na grama que o boi come ?!?!

    ResponderExcluir
  2. Philipe Vieira Souza9 de setembro de 2013 15:43

    Mesmo sendo pequena a necessidade diária de vitamina B12, este é um dos poucos nutrientes que o vegetariano pode precisar suplementar, mesmo com uma dieta planejada, segundo a sociedade vegetariana brasileira. Além dos vegetarianos com dieta restrita, as gestantes e lactantes (2,8 mcg) e crianças (1,8 mcg) são os que mais precisam desta suplementação.
    As marcas pães de forma vendidas atualmente no varejo tem aproximadamente 0,18 mgc em 50g (2 fatias). Portanto se o indivíduo come aproximadamente 4 fatias por dia (duas no café da manhã e outras duas à tarde)vai consumir 0,36 mg pro dia, que para um adulto corresponde à aproximadamente 15% da recomendação diária. Em resposta ao título do presente trabalho, sim, é bom para os vegetarianos, porém ainda é uma quantidade bem inferior ao que é necessário diariamente. Logo, a utilização do pão de forma é uma alternativa, porém, não se pode ficar restrito à ela, tendo que haver uma suplementação. A sociedade vegetariana brasileira recomenda um suplemento que contenha pelo menos 5 mcg de vitamina B12, não havendo problema algum em consumir os suplementos de 10 mcg disponíveis no mercado.

    ResponderExcluir
  3. Dentre tantos mitos associados a uma dieta vegetariana, alguns cuidados nutricionais são legítimos e devem ser observados. O único nutriente que de fato carece em uma dieta deste tipo é a vitamina B12, e para isso há uma solução prática e segura. Todo vegetariano, em qualquer fase da vida, deve definitivamente fazer uso de um suplemento da vitamina ou assegurar-se de que esteja consumindo uma quantidade suficiente de alimentos fortificados com ela. Afirmar que o uso de um suplemento vitamínico se faz necessário não é afirmar que a dieta vegetariana não seja natural à espécie humana. A necessidade da suplementação é justificada pelo fato de os hábitos modernos terem afastado os indivíduos do ambiente natural. No caso específico da vitamina B12, esse afastamento fez com que o consumo de bactérias fosse reduzido, comparado quando a alimentação era mais natural e menos higienizada. Logo, essa escolha alimentar pode ser benéfica e os problemas, como o da vitamina B12, contornados com a suplementação.

    ResponderExcluir
  4. Gabrielle Salles24 de maio de 2014 22:34

    A vitamina B12 é hidrossolúvel, não sintetizada pelo organismo humano, sendo liberada pela digestão de proteínas de origem animal, como carne, leite e ovos. Daí a importância de os vegetarianos suplementá-la. O fato da B12 só ser encontrada nesses alimentos de origem animal vira motivo para difundirem preconceitos em relação à alimentação sem carnes.
    Porém os vegetarianos podem atingir a concentração adequada de vitamina B12 desde que o consumo de ovos ou laticínios seja regular e que haja suplementação ou uso de alimentos enriquecidos, pois a não ingestão dessa vitamina em quantidade adequada, pode causar deficiências a longo prazo.
    Essa é uma vitamina estocada primariamente no fígado e oferece inúmeros benefícios. Seu papel para o metabolismo é fundamental, é essencial tanto para o crescimento quanto para a divisão celular e sua atuação se dá principalmente na produção de eritrócitos. Sua deficiência pode gerar transtornos hematológicos, neurológicos e cardiovasculares, acometendo muito frequentemente os vegetarianos. Essa deficiência quando assintomática por longos períodos pode gerar uma deficiência crônica que leva a manifestações neurológicas irreversíveis.
    No entanto, uma alimentação vegetariana bem equilibrada e com a devida suplementação de B12 é capaz de prevenir doenças cada vez mais comuns, como diabetes, obesidade e problemas cardíacos.

    Referências: Paniz,C. et al. Physiopathology of vitamin B12 deficiency and its laboratorial diagnosis. J Bras Patol Med Lab • v. 41 • n. 5 • p. 323-34 • outubro 2005.

    ResponderExcluir
  5. Gabrielle da Costa Rocha21 de abril de 2016 01:12

    A vitamina B12, também chamada de cobalamina, é uma vitamina hidrossolúvel do complexo B, não sintetizada pelo organismo humano e deve ser obtido através de fontes externas (alimentos, suplementos).Possui papel fundamental no processo de eritropoiese, em parte do metabolismo dos aminoácidos e dos ácidos nucléicos; é indispensável na formação sanguínea; necessária para uma boa manutenção do sistema nervoso e atua como um co-fator em diversas reações bioquímicas no organismo.
    Uma ingestão muito baixa de vitamina B12 pode provocar: anemia, danos no sistema nervoso, aumenta o risco de desenvolvimento de depressão, fadiga, falta de energia ou tontura ao se levantar ou fazer esforço, falta de concentração, falhas na memória, paranoia e alucinações, pele amarelada (icterícia), língua inchada e inflamada.
    Hoje em dia, existem muitos adeptos da dieta vegetariana. Algumas pessoas preferem esta alimentação por ser uma opção pobre em colesterol, outras para conseguirem o controle do peso e algumas, simplesmente, por causa da preservação dos animais. Porém, alguns cuidados devem ser seguidos para que não ocorra nenhum dano à saúde seguindo o vegetarianismo. A vitamina B12 só é encontrada em alimentos de origem animal. Em uma alimentação vegetariana restrita, em que não se consome nenhum produto de origem animal, recomenda-se um controle desta vitamina. As únicas fontes veganas fidedignas de vitamina B12 são os alimentos enriquecidos e os suplementos de B12.
    A maioria dos veganos ingere uma quantidade de vitamina B12 suficiente para evitar anemia e danos no sistema nervoso, mas muitos não ingerem a quantidade suficiente para minimizar potenciais riscos de doenças cardiovasculares ou complicações durante a gravidez. Para tirar o máximo proveito de uma dieta vegana, os veganos devem ingerir alimentos enriquecidos 2 ou 3 vezes por dia para obter pelo menos 3 µg de B12 por dia, ou tomar um suplemento de B12 diariamente que forneça pelo menos 10 µg de B12, ou tomar um suplemento semanal de B12 que forneça pelo menos 2000 µg.

    ResponderExcluir