Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

domingo, 7 de dezembro de 2014

NAN COMFOR: Infante Fórmula Enriquecida com Prebióticos

O NAN Comfor tem a proposta de conter os nutrientes do leite materno, além de ser enriquecido em prebióticos e probióticos para agir na regulação intestinal do bebê. Mas, de que forma?




Descrição do produto

Bebês que se alimentam de leite materno raramente apresentam constipação intestinal. Porém, cresce cada dia mais a utilização das chamadas "Infante fórmulas" em substituição à amamentação, as quais podem levar à constipação intestinal. Neste contexto, surgiu no mercado o "Nam Comfor", uma formulação com prebióticos que tem como objetivo favorecer a evacuação nesses casos regulando a função intestinal do bebê.
Este produto contém em sua formulação: soro de leite desmineralizado, maltodextrina, lactose, leite em pó desnatado, oleína de palma, óleo de palma, óleo de canola, galacto-oligossacarídeo, óleo de milho, sais minerais citrato de cálcio, citrato de potássio, cloreto de potássio, cloreto de magnésio, sulfato ferroso, sulfato de zinco, sulfato de cobre, sulfato de manganês, iodeto de potássio, selenato de sódio, lecitina de soja, oligofrutossacarídeo, vitaminas vitamina c, taurina, niacina, vitamina e, pantotenato de cálcio, vitamina a, vitamina b6, vitamina b1, vitamina b2, ácido fólico, vitamina k, biotina, vitamina d, vitamina b12 e l-camitina. não contém glúten. Além disso, proteínas: 70% proteína do soro do leite 30% caseína.

Entretanto, esse produto agrega ingredientes que não estão presentes no leite materno, apesar de um Infant Formula ter que mimetizar o leite materno. A maltodextrina e caseína, mesmo que não sendo o principal carboidrato e proteína, respectivamente, são exemplos disso.
Revisão bibliográfica e Fundamentos bromatológicos
Os leites são a única fonte conhecida desse dissacarídeo, a lactose, que é composta de doismonossacarídeos, a glicose e a galactose. O leite de vaca contém cerca de 4,9% do açúcar “lactose”, o que não chega a adoçar o leite, já que a lactose é um açúcar que não tem o poder adoçante da sacarose.  Dissacarídeos, assim como o polissacarídeo amido, não são capazes de atravessar a parede intestinal e, portanto, para serem aproveitados como fonte de energia é indispensável que, primeiro, sejam hidrolisados a monossacarídeos.
Maltodextrina é um carboidrato complexo, proveniente da industrialização, onde a hidrólise parcial provoca uma conversão do amido do milho. Sua absorção pelo organismo é gradativa e lenta, pois contém polímeros de dextrose (glicose).
Prebióticos são componentes dos alimentos que não são digeridos que estimulam a proliferação e a seleção das bactérias benéficas no intestino. As fibras são consideradas alimentos prebióticos, pois os componetes não absorvidos são substratos para as bactérias benéficas intestinais. Os probióticos são produtos farmacêuticos ou alimentares (podem ser encontrados em leites, por exemplo) que contêm um ou mais micro-organismos vivos, como os lactobacilos e as bifidobactérias. Depois de consumidos, esses se dirigem principalmente para o trato gastrointestinal e urogenital, estimulando o funcionamento saudável dessas áreas.
A relação proteína do soro/caseína do leite humano é de 80/20 e O Nam Comfort apresenta uma proporção de 70/30, ou seja, apresenta uma maior quantidade de caseína em relação ao leite materno. A caseína tende a coagular o leite, tornando-o de difícil digestão para o bebê, causando uma maior freqüência de regurgitações.
Análise da legislação
A Resolução RDC n. 45/2011 regulamenta fórmulas infantis para lactentes destinadas a necessidades dietoterápicas específicas e fórmulas infantis de seguimento para lactentes e crianças de primeira infância destinadas a necessidades dietoterápicas específicas. Esta estabelece que podem ser feitas alterações na formulação a fim de satisfazer as necessidades energéticas, protéicas ou alterações fisiológicas do lactente. Em consequência disso, as Infant Fórmulas acabam não mimetizando o leite materno e tendo como principais características a integração de inovações tecnológicas que diferenciem um produto do outro para atrair o consumidor.
Discussão
No leite, a principal fonte de carboidrato é a lactose que é um dissacarídeo composta de glicose e galactose. Carboidratos mais complexos como oligo e polissacarídeos não são hidrolisados e seguem do intestino delgado até o intestino grosso, interferindo no seu funcionamento. No Nan Comfor, além de lactose também há o carboidrato maltodextrina que é um polímero de glicose, com absorção lenta e gradativa. A utilização de outros carboidratos associados ou não à lactose pode ter diversas razões. No caso da maltodextrina, sua utilização como agente espessante diminui eventos de regurgitação dos bebês. Vale destacar que em alguns outros produtos, a quantidade dos outros carboidratos em relação à lactose pode ser bem maior. No caso do NAN Comfor a lactose ainda é o açúcar predominante com uma fração de 70% do total.
Probióticos são microrganismos vivos capazes de chegar ao intestino e exercer efeito benéfico sobre seu funcionamento enquanto os prebióticos são substâncias que quando ingeridas favorecem o crescimento da microflora intestinal desejável. Algumas pesquisam destacam que a associação de probióticos e prebióticos tem como vantagens a modulação o sistema imune, a regulação o trânsito intestinal e a estimulação a assimilação de nutrientes. Com o objetivo de minimizar o problema da constipação intestinal em bebês, o NAN Comfor tem em sua composição uma cultura probiótica de L. reuteri além de fruto-oligossacarídeos (FOS) e os galacto-oligossacarídeos (GOS) com ação prebiótica. O leite materno também possui oligossacarídeos em sua composição, entretanto os três principais são 3’-galactosil lactose, 4’-galactosil lactose e 6’-galactosil lactose, todos derivados da lactose. Além disso, um outro componente desta fórmula é o Magnésio que também tem efeito de suavizar as fezes.
No leite humano a maior concentração de proteína corresponde a lactoalbumina enquanto que no leite de vaca a proteína em maior concentração é a caseína. Além disso, a concentração total de proteínas é muito maior quando comparada com o leite humano. Isso é de extrema relevância uma vez que já é conhecido que uma elevada concentração de proteínas na dieta pode trazer prejuízo ao funcionamento renal, e no caso de bebês que ainda têm fisiologia imatura isso é ainda mais preocupante. A maioria das Infante Fórmulas são oriundas de leite de vaca e, por esse motivo, a variedade e quantidade de proteínas não se assemelha às encontradas no leite humano. O NAN Comfor também é obtido a partir do leite de vaca. Entretanto o fabricante destaca que este possui uma mistura proteica hipoalergênica otimizada que visa reduzir o potencial alergênico das proteínas do leite de vaca bem como aproximar seu perfil protéico ao do leite humano. Desta forma, passa a ser composto por 30 % de caseína e 70 % de seroproteínas que correspondem principalmente lactoalbumina e lactoglobulina. Por mais que o perfil protéico tenha sido otimizado, a concentração de caseína ainda é bastante elevada. Além disso, o leite humano contém em sua composição imunoglobulinas que tem importante papel imunológico para o bebê. Isso têm maior importância principalmente nos primeiros dias de vida, que também é quando o leite materno vai apresentar maior concentração destas proteínas.
Alguns aminoácidos que também estão presentes no leite humano não são encontrados no leite de vaca. Um desses exemplos é a taurina, que também foi adicionada à composição do NAN Comfor.

Conclusão
Uma infante fórmula deveria ser feita para apresentar composição mais próxima possível do leite materno. Entretanto, observa-se que a variedade de composição entre os produtos aumenta a cada dia, fazendo com que essa realidade fique cada vez mais distante. O enriquecimento das fórmulas visa, muitas das vezes, minimizar os efeitos causados na fisiologia do bebê pela troca de sua alimentação base por outra que não possui a mesma composição. O uso de Infante Fórmulas na atualidade ganha espaço por vários motivos que vão desde necessidades especiais de bebês com intolerância à lactose ou patologias específicas até a vida corrida e independente das mães modernas que muitas vezes interrompem a amamentação para voltar às atividades cotidianas. É importante considerar que a presença de imunoglobulinas no leite humano o faz ser um alimento único e, atualmente, ainda não pode ser “copiado”. 


Autores: Aline Leal Cortês
              Carolina de Oliveira Soares

3 comentários:

  1. Olá, uso este site para escolher o leite para minha filha e o indico para todos meus colegas.
    Seria interessante se vocês incluíssem informações sobre o NAN COMFOR 2 e 3.

    ResponderExcluir
  2. Olá sou papai meu filho está com uma semana que nasceu, minha esposa nao conseguiu dar mais leite do peito
    , então desedimos dar leite nan1 graças a Deus está td bem com nosso bebê .

    ResponderExcluir
  3. queria saber se neslac comfor e a mesma coisa do nan comfor minha bb ten 3 messes

    ResponderExcluir