Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

"Centrum de A a Zinco: se falta, Centrum completa”, mas e o excesso?

           





Que a falta de vitaminas e minerais é a causa de diversas doenças todos já estão cansados de saber, mas que o excesso desses nutrientes também podem te deixar doente pode ser novidade para algumas pessoas. De acordo com o fabricante, Centrum é um suplemento vitamínico completo de A a Zinco, que completamenta sua alimentação, ajuda a aproveitar melhor as energias dos alimentos e ainda auxilia nas defesas do organismo e em uma aparência mais saudável. Será que um multivitamínico pode ser assim tão milagroso?

Introdução
           
            É só ligar a televisão para perceber o excesso de propagandas associando os multivitamínicos com uma vida saudável e melhor aparência. Essa pressão da mídia acrescentada da venda livre, ou seja, sem prescrição médica dos multivitamínicos faz com que este suplemento seja um dos mais vendidos do mundo.
            Contrariando esses dados, estudos mostram que não existe nenhum benefício para uma pessoa saudável tomar essas vitaminas e minerais extras, seja para a prevenção de doenças ou retardando-as. No caso de perda cognitiva, a administração de vitaminas é comparada ao placebo, não trazendo nenhuma vantagem para o paciente.
            Por outro lado, o excesso dessas vitaminas e minerais podem ser nocivas para o organismo. Por exemplo, assim como a deficiência de vitamina C pode causar escorbuto, a retirada abrupta de megadoses desta vitamina pode provocar um quadro semelhante ao da doença, além de cálculo renal e distúrbios gastrointestinais.
            Mais um exemplo é o excesso de vitamina E causando alterações na coagulação, distúrbios gastrointestinais e dor de cabeça crônica. Outro estudo publicado em uma revista norte americana condena o uso da vitamina E, mostrando que sua suplementação em alta dosagem aumenta o índice de mortalidade.

Fundamentos bromatológicos

           Centrum é um suplemento de vitaminas e minerais vendido sem prescrição médica, podendo ser encontrado em embalagens de 15, 30, 60, 100, 130 e 150 comprimidos. Sua formulação é composta por vitaminas de A a Zinco e diversos minerais como cálcio, cobre, ferro, magnésio, potássio, entre outros. A posologia indicada é um comprimido ao dia por tempo indeterminado.



Legislação

        De acordo com a Portaria 32/98 do Ministério da Saúde, suplementos vitamínicos são “alimentos que servem para complementar com vitaminas e minerais a dieta diária de uma população saudável, em casos onde sua ingestão, a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requer suplementação”.
·         Composição: mínimo de 25% e no máximo até 100% da IDR (ingestão diária recomendada) de vitaminas e ou minerais, na porção diária indicada pelo fabricante.
·         Não podem substituir os alimentos, nem serem considerados como dieta exclusiva.
·         Não incluem produtos indicados para prevenir, aliviar, tratar uma enfermidade ou alteração do estado fisiológico (Portaria SVS/MS n. 32/98 e Resolução ANVISA RDC n. 269/05)


Discussão e conclusão

De acordo com a tabela de composição nutricional do Centrum, muitos de seus nutrientes representam 100% da ingestão diária recomendada pela ANVISA. Assim, com 45mg de vitamina C o Centrum supre a necessidade diária desta vitamina, então, com a ingestão de apenas um copo de suco de laranja, alimento muito comum na dieta dos brasileiros, o teor diário fica muito acima do recomendado.
            Uma pessoa que consome dois ovos cozidos por dia possui um nível adequado de vitamina A, cerca de 600 mcg. Se este indivíduo estiver fazendo uso do Centrum seu nível diário de vitamina A vai estar 67% acima do indicado pela ANVISA.
            Estes foram apenas alguns exemplos de como quase nenhuma pessoa possui deficiência de vitaminas de A a Zinco. Sendo assim, a venda de suplementos de minerais e vitaminas deveria ser prescrita por um profissional,  visando as necessidades de cada pessoa, para desta forma auxiliar em uma suplementção sem excessos. 



Bibliografia

1.  centrum.com.br acessado: 04/08/2016 as 18:36
2.  Annals of Internal Medicine: Long-Term Multivitamin Supplementation and Cognitive Function in Men: A Randomized Trial acessado: 04/08/2016 as 19:02
5.  Ministério da Saúde. Portaria nº 32, de 13 de janeiro de 1998. “regulamento técnico para fixação de identidade e qualidade de suplementos vitamínicos e ou de minerais”. Brasília-DF.
6.  www.anvisa.com.br Consulta Pública número 80, de 13 de dezembro de 2004.

7.  Tabela USDA

Um comentário:

  1. Estamos vivendo uma era em que as pessoas cada vez mais querem não só estar saudáveis, mas se sentir saudáveis. Isso ocorre porque houve um aumento na expectativa de vida e, com isso, foi possível observar as consequências de uma alimentação não saudável a longo prazo. Sendo assim as pessoas não querem apenas viver mais, mas viver mais com saúde.
    Entretanto, com a correria da vida cotidiana nas cidades, as pessoas não só não gostam como não têm tempo para ter hábitos alimentares saudáveis. Por isso a ideia de uma "pílula mágica" que contém todas as vitaminas necessárias para uma vida saudável tornou-se bastante atrativa. Sem sabor desagradável e sem perda de tempo, não há nem a necessidade de consultar um médico para adquirir esse tipo de produto.
    Porém o que não é dito para as pessoas é o mal que o excesso dessas vitaminas faz. Por mais que você não tenha uma alimentação muito variada, suas refeições cotidianas não são totalmente desprovidas de vitaminas. Então porque ingerir um comprimido com 100% das suas necessidades diárias? Além dos malefícios específicos que cada vitamina pode trazer, como citados no texto o exemplo das vitaminas E e C, a ingestão de vitaminas em excesso de uma maneira geral gera danos renais graves a longo prazo.
    Precisamos ficar atentos a esses tipos de perigos, não existem produtos milagrosos, sem efeitos não desejáveis. Devemos sempre consultar um médico antes de fazer uso diário desse tipo de suprimento. Se quisermos ser saudáveis devemos começar por uma alimentação saudável.

    Jhessica Nayara Martins
    DRE: 113049543

    ResponderExcluir