Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Nutrição Enteral Infantil e as recomendações de proteínas na pediatria

Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, a definição de nutrição enteral é, alimento para fins especiais, com ingestão controlada de nutrientes, na forma isolada ou combinada, de composição definida ou estimada, especialmente formulada e elaborada para uso por sondas ou via oral, industrializado ou não, utilizada exclusiva ou parcialmente para substituir ou complementar a alimentação oral em pacientes desnutridos ou não, conforme suas necessidades nutricionais, em regime hospitalar, ambulatorial ou domiciliar, visando a síntese ou manutenção dos tecidos, órgãos ou sistemas.
A nutrição adequada após o nascimento, que segue a infância e a adolescência é essencial para promover o crescimento adequado da criança. O crescimento é o parâmetro básico para avaliar o estado nutricional do indivíduo. As necessidades nutricionais em pediatria variam segundo a etapa de crescimento em que os indivíduos se encontram. O fornecimento de macro e micronutrientes deve cobrir as necessidades nutricionais do paciente pediátrico, que são  influenciadas pelo gasto energético basal são atividade física, crescimento e correção para desnutrição pré-existente.


           No caso das nutrições enterais infantis, observa-se  uma adaptação da formulação de acordo com as necessidades energéticas do paciente, definidas principalmente pela idade, peso, altura e doença de base apresentada.

      O produto de estudo é o Nutrison Advanced Cubison, que é desenhado especificamente para a cicatrização de úlceras por pressão e outras situações que exijam estímulo da cicatrização. Nutricionalmente completa, normocalórica e hiperprotéica, suplementada com arginina. Alto teor de micronutrientes relacionados à cicatrização (zinco, vitaminas A, C e E). Enriquecida com o exclusivo MF6. Além disso, isenta de lactose e sacarose e acrescida do exclusivo mix de carotenóides. Importante falar também que não tem glutén. 


Legislação



           Nutrison Advancd Cubison é registrado na ANVISA na categoria de alimento para nutrição enteral e para situações metabólicas especiais.

           De acordo com a Portaria SVS/MS nº 29, de 30 de março de 1998, que aprova o Regulamento Técnico referente à Alimentos para Fins Especiais, estes são definidos como ‘’alimentos especialmente formulados ou processados, nos quais se introduzem modificações no conteúdo de nutrientes, adequadas à utilização em dietas diferenciadas e/ou opcionais, atendendo às necessidades de pessoas em condições metabólicas e fisiológicas específicas.’’

         Dentro dos alimentos para fins especiais, está a categoria de alimentos para dietas para nutrição enteral que são ‘’alimentos com ingestão controlada de nutrientes, na forma isolada ou combinada, de composição definida, especialmente formulada e elaborada para uso por sondas ou via oral, industrializada, utilizada exclusiva ou parcialmente para substituir ou complementar a alimentação oral em pacientes desnutridos ou não, conforme suas necessidades nutricionais em regime hospitalar, ambulatorial ou domiciliar, visando a síntese ou manutenção dos tecidos, órgãos ou sistemas’’.





Tabela Nutricional do Nutrison Advanced Cubison   

Análises e Comentários


Fazendo uma comparação com a necessidade calórica entre crianças e adultos, viu-se que a necessidade proteica em pediatria deve ser adequada de maneira quantitativa e qualitativa. Para neonatos e crianças, deve ser maior do que em adultos, quando expressa em percentagem de peso corporal. Neonatos também diferem qualitativamente no perfil de aminoácidos quando comparados a adultos, devido à sua limitada capacidade de sintetizar determinados aminoácidos.

Referências

  •       Site da ANVISA

Link:  http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/1b72ce0043163045ac68bde6ad24d25c/Perguntas+e+Respostas+sobre+F%C3%B3rmulas+Infantis_3a+vers%C3%A3o_fev+2014.pdf? MOD=AJPERES

  •  Guia de Recomendações Nutricionais para crianças em terapia nutricional enteral e parenteral
Link: http://www.projetodiretrizes.org.br/9_volume/recomendacoes_nutricio nais_para_criancas_em_terapia_nutricional_enteral_e_parenteral.pdf




5 comentários:

  1. Clarissa Fontes (110179941)28 de fevereiro de 2016 23:57

    Como foi mencionado no trabalho acima “A nutrição deve ser adequada após o nascimento, que segue a infância e a adolescência, pois ela é essencial para promover o crescimento adequado da criança. O crescimento é o parâmetro básico para avaliar o estado nutricional do indivíduo.” Dessa forma, quando um recém-nascido de baixo peso depende de uma abordagem nutricional enteral, é de extrema importância que o médico, farmacêutico saibam indicar os melhores alimentos para suprir as primeiras necessidades desse paciente. Normalmente ele precisará de uma adequação nutricional especial e somente conhecendo as recomendações pediátricas, os limites dos micro e macronutrientes que se terá êxito. Ou seja, no caso do produto de estudo citado acima, ele é voltado para auxiliar no processo de cicatrização de feridas gástricas. Portanto, não é somente com um intuito de ganho de peso que esse tipo de nutrição é indicado, mostrando mais uma vez a importância dos profissionais de saúde conhecer e saberem indicar os melhores produtos para cada caso especifico.

    ResponderExcluir
  2. Como podemos notar, o crescimento e desenvolvimento de uma criança esta totalmente relacionado com sua alimentação e é fundamental que a criança receba quantidades suficientes de nutrientes. E de acordo com esse produto, todas as características nutricionais são rigorosamente obedecidas e inalteradas.
    Existem também outros produtos com esta finalidade, pois muitas vezes temos a necessidade do uso de uma dieta ou suplemento, e ter uma variedade de produtos que atendam a necessidade de cada um é muito importante.

    ResponderExcluir
  3. Alessandra Lyra Guedes29 de fevereiro de 2016 10:21

    O que é difícil de entender é o fato de uma dieta enteral ser vendida livremente em sites de compra na internet, visto que é uma terapia para pacientes críticos e com deficiências energéticas específicas, como é o caso do produto NUTRISON ADVANCED CUBISON, que como foi dito no trabalho é voltado para a cicatrização de úlceras por pressão e outras situações que exijam estímulo da cicatrização, dessa forma sendo hiperproteica e rico em fatores para acelerar a cicatrização. Desse modo esse tipo de nutrição especializada deve ter o acompanhamento sempre de médicos ou nutricionista, principalmente se pensarmos na indicação para pacientes pediátricos, cujo estudos indicão que a necessidade energética de crianças deve ser estimada com fórmulas padrão e, em seguida, ajustada de acordo com a evolução clínica.

    ResponderExcluir
  4. Na saúde da criança, a nutrição desempenha um papel primordial, pois visa o crescimento, desenvolvimento e maturidade fisiológica, ressaltando a seriedade da nutrição enteral infantil. Não obstante, a ANVISA, através da RDC 63/2000, determina que a manipulação da nutrição enteral deve ser realizada com técnica asséptica, seguindo procedimentos escritos e validados e estabelece a necessidade da existência de um rigoroso acompanhamento das condições de preparo, o qual deve ser realizado através de controles microbiológicos do processo. Tendo em vista que tal produto abordado é comercializado livremente, será que tal legislação está sendo cumprida? Além disso, não podemos deixar de considerar o fato de que as dietas enterais comportam-se como excelentes meios de cultura e favorecem a multiplicação dos microrganismos devido à sua composição, visto que são ricas em macro e micro-nutrientes. Com isso, podemos concluir que a nutrição enteral, de forma geral, é algo que exige extremo cuidado; quando destinada ao público infantil, esse cuidado deve ser redobrado, sendo, em ambos os casos, necessário acompanhamento de médico e nutricionista.

    ResponderExcluir