Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Refresco Clight será uma boa solução para a dieta ?? é melhor cair fora ou é um bom negócio, já que não tem açúcar?

Refresco Clight será uma boa solução para a dieta ?? é melhor cair fora ou é um bom negócio, já que não tem açúcar?


 Os refrescos em pó, estão largamente presentes em escolas, restaurantes,  e supermercados, entrando no espaço da comodidade, no lugar dos sucos naturais, pela sua praticidade. Atualmente com o grande interesse por alimentos saudáveis, no intuito de perder peso, muitas pessoas utilizam o refresco Clight para facilitar a adesão a dieta. As promessas são de um produto com baixo teor de sódio, sem corantes artificiais e zero açúcar. Mas será que essas informações são confiáveis?

Analisando a tabela nutricional observamos que não tem quase nada de calorias, zero carboidrato e pouquíssimo sódio, então conclui-se que o o refresco é ótimo para manter uma dieta correta. Porém está longe de ser uma maravilha para a dieta, antes de concluirmos qualquer coisa temos que pensar em olhar para os ingredientes do produto. 


O primeiro ingrediente que aparece é a maltodextrina, ou seja, o ingrediente que está em maior quantidade é um carboidrato complexo, proveniente da hidrólise do amigo, cuja absorção é mais rápida pelo nosso organismo. Na tabela nutricional mostra que tem 0g de carboidrato. No entanto nossa legislação da margem para que o produto apareça ser zero quando se possuir uma quantidade menor ou igual a 0,5g em 100 mL.
Possui edulcorante que é uma substância diferente dos açucares mas serve para o mesmo propósito, conferir saber doce, e nesse refresco, todos os edulcorantes são artificiais. São eles: Corante natural antocianina, corante caramelo, que não especifica qual é o tipo, e alguns são possivelmente cancerígenos, e corante inorgânico dióxido de titânio, que são utilizados em protetores solares, maquiagens, biscoitos caninos, tatuagens, refrescos em pó, é seguro para a ingestão, mas deve-se evitar a inalação do pó. 

Apesar desses corantes, adoçantes e espessantes serem liberados por lei, quais seriam as consequências do consumo exagerado e a longo prazo?? Seria uma boa escolha optar por um refresco eliminando o suco da fruta em sua dieta ?? O suco contém fibras que estimulam o trabalho do intestino, açucares naturais, entre vários outros benefícios. 

 As leis que determinam a classificação dos alimentos é de 1998. Por serem muito antigas muitas peculiaridades dos produtos confundiam o consumidor. A nova medida prevê tornar algumas informações mais claras, corrigindo e melhorando a legibilidade da informação.

 Bibliografia
de Fátima Caleguer, Valentina, and Marta de Toledo BENASSI. "Efeito da adição de polpa, carboximetilcelulose e goma arábica nas características sensoriais e aceitação de preparados em pó para refresco sabor laranja."Ciênc. Tecnol. Aliment 27.2 (2007): 270-277.

Nenhum comentário:

Postar um comentário