Apresentação

Espaço para a apresentação e análise de estudos e pesquisas de alunos da UFRJ, resultantes da adoção do Método de Educação Tutorial, com o objetivo de difundir informações e orientações sobre Química, Toxicologia e Tecnologia de Alimentos.

O Blog também é parte das atividades do LabConsS - Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde, criado e operado pelo Grupo PET-SESu/Farmácia & Saúde Pública da UFRJ.Nesse contexto, quando se fala em Química e Tecnologia de Alimentos, se privilegia um olhar "Farmacêutico", um olhar "Sanitário", um olhar socialmente orientado e oriundo do universo do "Consumerismo e Saúde", em vez de apenas um reducionista Olhar Tecnológico.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Adição de 55% de Cálcio no Leite Molico, é mesmo necessário?

Leite em pó MOLICO Cálcio Plus
Segundo a Nestle "MOLICO® Cálcio Plus é o leite desnatado ideal para quem procura uma alimentação saudável, com baixas calorias e mais cálcio. Fonte de Ferro e vitaminas A, D, C e rico Cálcio, ele oferece 55% a mais de Cálcio em relação ao leite desnatado comum." O leite, mesmo com baixa caloria, apresenta uma quantidade suficiente de Cálcio para suprir sua demanda necessária (aprox. 375mg). Além do mais o consumidor que procura um leite desnatado visa primordialmente uma redução na quantidade de ingestão de gordura. Então será que é necessário essa adição de Cálcio ou é apenas uma chamada para se vender mais?

Tal como muitos outros minerais, o cálcio é de extrema importância no corpo humano. O cálcio em coordenação com os minerais de magnésio, fósforo e outros ajudam no bom funcionamento dos nossos sistemas, bem como faz parte integrante de muitas atividades celulares. Muitos de nós estamos conscientes de que o cálcio é sempre recomendado na dieta, uma vez que fortalece os ossos e dentes. No entanto, há muitos que não sabem que é excelente para a saúde do coração, mantendo a pressão arterial, bem como para o gerenciamento de peso. Se alimentos ricos em cálcio estão devidamente incorporadas na dieta regular desde cedo na vida, é melhor para a saúde. Alimentos enriquecidos com cálcio são recomendados durante a gravidez e para a população idosa também. Assim, sem fazê-lo esperar mais tempo, vamos ver o elevado teor de cálcio em uma lista de alimentos.

 Se você não quiser incorporar o calcio junto com o alto teor de gordura dos produtos lácteos, então você pode comer feijão, legumes e frutas que são alimentos ricos em cálcio para adultos. Quando você está tendo o almoço ou jantar, tente incluir feijão branco com feijão preto tartaruga, e grão de bico. Você pode cozinhar uma variedade de vegetais ricos em cálcio como o repolho, bok choy, nabo, brócolis, quiabo, espinafre, brotos de alfafa, aspargos, alcachofra, beterraba, cenoura, aipo, couve-flor, pepino, cogumelos, folhas de mostarda, cebola, ervilha, feijão verde, tomates, pimentões verdes e as batatas. De cálcio de pequeno-almoço, você pode consumir tofu ou soja requeijão ou de soja cozido e salgado, caso contrário, alternativamente, você pode ter uma tigela de aveia também. Se você gosta de peixe, então você pode ter sardinhas ou salmões, cozida ou assada. Laranjas, maçãs, abacates, bananas, uvas, limões, abacaxis, cerejas, cranberries, melancias, morangos, amoras, romãs, Açaí bagas são frutas ricas em cálcio e pode ser consumido durante todo o dia.

 Agora pode acontecer que os seus filhos seriam hesitante em ter as opções de cálcio dos alimentos ricos mencionado acima. Nesse caso, você pode dar-lhes pão branco, pão integral, ovos, Muesli, lasanha, pizza coberta com queijo e tomate, bem como massas que são boas fontes de cálcio. Eu acho que, as crianças nunca vão dizer não a esses alimentos uma vez que eles irão gostar de comer, assim como ele iria fazer o necessário. Outra maneira de fazer isto é incorporar nozes como amêndoas, castanha do Brasil, avelãs e nozes em sua dieta. Você também pode fazer algumas receitas de arroz agradáveis ​​desde que o arroz é um dos alimentos ricos em cálcio para crianças. As crianças geralmente adoram leite e produtos lácteos assim abaixo uma lista de alimentos lácteos que você pode incluir em sua dieta: Leite desnatado, Leite, Yogurt liso, Queijo Cottage (vaca mais os búfalos, O queijo feta, Chantilly, Sorvete, Leite em pó. Esta lista citada de alimentos ricos em calcio não só é bom para a saúde, mas uma garantia de melhores fontes de cálcio.

Deste modo, a real importancia e necessidade da adição de Calcio no leite deve ser questionada, pois muitos outros alimentos podem contribuir para uma dieta equilibrada e de modo a suprir a necessidade deste ion. Además, o destaque para essa adição no rotulo pode induzir o consumidor a uma ideia erronea de um leite mais eficaz e mais saudavel. Sendo que o ideal é que o individuo obtenha uma dieta balanceada que lhe garanta nao só este, porem todos os outros sais e minerais necessarios para a boa funcionalidade do organismo. Outra problemática que vi no rótulo deste produto é que este trata-se de um leite desnatado que visa um publico com problema com produtos gordurosos, logo, ao meu ver, esta adição de calcio nada mais é que uma chamada para vender mais do produto com uma "estampa" de produto mais nutritivo e saudável.

4 comentários:

  1. O cálcio é o mineral mais abundante em nosso organismo, ele é importante para diversos processos. Um consumo adequado de cálcio é importante para manter o nível saudável de cálcio e fornecer uma quantidade extra para a absorção óssea, nossa principal reserva. As recomendações de ingestão diária de cálcio mudam de acordo com a idade e sexo, variando de 210mg/dia para crianças de 0-6 meses até 1200mg/dia para adultos acima de 51 anos. Para grávidas e lactantes o valor chega à 1300mg/dia. A principal fonte de cálcio na alimentação são os laticínios, produtos marinhos, legumes e vegetais folhosos de cor escura,no entanto eles possuem um valor reduzido diante das necessidades alimentares diárias,como por exemplo:
    Leite de vaca 113mg/100g
    Leite de cabra 134mg/100g
    Iogurte natural 121mg/100g
    Queijo tipo mozarela 505mg/100g
    Queijo tipo ricota 207mg/100g
    Queijo tipo minas/frescal 579mg/100g
    Requeijão cremoso 259mg/100g
    *Os valores estão expresso em mg de cálcio por 100g de alimento.

    Além disso, somente 20 a 30% de cálcio é absorvido e diante de certas patologias a porcentagem de absorção pode ser ainda menor.
    Deste modo, não concordo com a conclusão do trabalho exposto. A suplementação da alimentação com cálcio é de grande importância alcançar as necessidades do organismo

    Referências:
    Tabela de composição química dos alimentos da UNIFESP;
    http://www.rgnutri.com.br/alimentos/minerais/cme.php

    ResponderExcluir
  2. Leite, queijo, iogurte e vegetais verdes são fontes de cálcio, mas é nos produtos lácteos que a concentração de cálcio é maior e a biodisponibilidade mais elevada.
    A absorção média de cálcio varia de 21% a 27%. A absorção de cálcio depende das necessidades de cada pessoa e aumenta na presença de alguns fatores da dieta — como a lactose, os ácidos graxos, lisina, arginina e vitamina D.
    O tipo de alimento também afeta a quantidade de cálcio nos depósitos ósseos. Foi demonstrado que o cálcio do leite é bem absorvido. Por isso, eles são indicados para atender às necessidades de cálcio, principalmente nas fases do crescimento, da gestação e da lactação. Por outro lado, o cálcio do leite em pó integral é depositado mais eficientemente, quando comparado com o do leite em pó desnatado.
    Recentemente verificou-se que, para reduzir o risco de osteoporose nos idosos, o consumo de cálcio deve ser maior do que as necessidades estabelecidas até o momento. Mas as anamneses alimentares mostraram menor ingestão desse mineral, principalmente entre as mulheres, por volta de 60% das necessidades, e a principal causa é o baixo consumo de leite.
    Há evidências crescentes de que entre as várias causas da osteoporose está o consumo insuficiente de cálcio ao longo da vida. Contudo, o aumento da ingestão desse mineral em idade avançada não previne a doença. Daí a necessidade de consumir leite em todas as faixas etárias. Portanto a necessidade de cálcio pode ser alcançada só com a ingestão freqüente de produtos lácteos.
    Dessa forma, a adição de cálcio no leite pode ser muito importante.

    ResponderExcluir
  3. Difícil saber onde termina análises objetivas e onde começa as construídas por Markting. Arrisco Molico ou outro similar por ser desnatado, considerando a boa saúde de quem é leigo, já que nada parece haver ao contrário...

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir